Quem Somos?

Descobre tudo acerca do CNED e da sua equipa.

O CNED é uma estrutura fundada em Setembro de 2012 que agrega Associações e Núcleos de Estudantes de Direito dos três subsistemas do ensino superior (público, privado e concordatário). Atualmente, é composto pela maioria das associações académicas, de estudantes e núcleos de estudantes de Direito do país, sendo uma instância representativa dos interesses dos estudantes de Direito em Portugal.

Missão

A missão do Conselho Nacional de Estudantes de Direito é, acima de tudo, representar os interesses de todas as Associações e Núcleos de Estudantes de Direito de Portugal.

Ao assegurar a permuta de sinergias e best practices, o CNED propõe-se a desenvolver o lugar e as competências do jurista na academia, na busca de uma formação completar e diversificada. E fá-lo em três vertentes: oferecendo um leque complementar de ferramentas essenciais à formação; pugnando pela inovação e pela utilidade dos conteúdos disponibilizados; e garantido, no escopo externo, os direitos estudantis a nível nacional e internacional, nunca descurando a necessidade de os reivindicar face a eventuais casos anómalos.

Valores

Porque não há lugar a preconceitos ou barreiras numa casa onde se reúne o futuro, o CNED foca-se na criação das condições adequadas para que cada estudante se possa desenvolver na sua plenitude.
Formação - através de um núcleo de esforço contínuo (por meio de formações internas e externas especializadas) melhoramos as competências internas da nossa equipa e, consequentemente, o seu desempenho.

Um CNED próximo dos estudantes, trabalhando a nível nacional, sem descurar o acompanhamento individualizado, permite-nos somar forças individuais para, num todo, conquistar os resultados desejados.

Através de uma política que pauta pela transparência, aumentamos a confiança e lealdade dos estudantes que acompanham o nosso trabalho, sendo um pilar imprescindível em qualquer relação connosco estabelecida.

A Nossa Equipa

Fica a conhecer aqueles que, diariamente, 24/7, se esforçam para melhorar o Direito em Portugal.

Direção

Inês Alves

Presidente

Leonor Castro

Vice Presidente Interna

André Teixeira

Vice Presidente Externo

Rita Oliveira

Tesoureira

Henrique Lopes

Secretário Geral

Inês Silva Lopes

Coordenadora da Comunicação Externa

Martim Rocha

Coordenador da Comunicação Interna

Rui Leite

Vogal

Bárbara Valente

Vogal

Salvador Gonçalves

Vogal

Catarina Mata

Coordenadora do Departamento Pedagógico

Tiago Códices

Vogal

Diogo Oliveira

Vogal

Joana Entradas

Vogal

Carina Dias

Vogal

Marlene Ribeiro

Coordenadora de Saídas Profissionais

Ana Filipa Passos

Coordenadora de Relações Externas

Francisca Lago

Vogal

Maria Catarina dos Santos

Vogal

Colaboradores

Lourenço Carita

Departamento de Comunicação

Juliana Guimarães

Departamento de Comunicação

Juliana Ribeiro

Departamento de Comunicação

Pedro Vera

Departamento de Saídas Profissionais e Relações Externas

Bárbara Coquim

Departamento de Saídas Profissionais e Relações Externas

Maria Bahia

Departamento de Saídas Profissionais e Relações Externas

Carolina Serrão

Departamento de Saídas Profissionais e Relações Externas

Cristiana Correia

Departamento de Saídas Profissionais e Relações Externas

Marta Gonçalves

Departamento Pedagógico

Sofia Solayman

Departamento Pedagógico

Luís Sena

Departamento Pedagógico

Fabiana Bento

Departamento Pedagógico

Mesa da Assembleia Geral

Maria João Resende

Presidente

Bárbara Rolim

Vice Presidente

Henrique Varino

Primeiro Secretário

Caio Escobar

Segundo Secretário

Conselho Fiscal

Inês Elias

Presidente

Mariana Valladares

Vice Presidente

Rita Figueiredo

Relatora

Ficou interessado?

O CNED  atua principalmente em duas áreas. Em primeiro lugar, em formar e concretizar posições sólidas e credíveis, capazes de defender os interesses dos estudantes de Direito, relativas à qualidade da rede, ao acesso às profissões jurídicas e à participação destes naquelas que são as grandes opções de Política de Justiça a nível nacional. Por outro lado, desenvolve atividades para que os estudantes e dirigentes associativos de Direito possam aprofundar os seus conhecimentos jurídicos e competências de desenvolvimento académico, e que fomentem a aproximação e interação destes num contexto nacional.